top of page
  • Foto do escritorMari Rabelo

Exportação de cervejas



Se você, assim como eu, está se preocupando com a desvalorização da nossa moeda e como isso vai pesar na conta da empresa no final do mês, então provavelmente chegamos na mesma questão: será que vale à pena exportar cervejas?

Recentemente avaliei uma “Análise de Conjuntura” ... um documento bem interessante! Antes de mandar um produto para fora do país, é preciso entender quais os potenciais locais para venda do produto e por quê. Uma “Análise de Conjuntura” é, basicamente, uma contextualização de outros países que consumam determinado produto. Essa contextualização envolve a compreensão do desenvolvimento econômico, político, social e tecnológico local. Isso tudo é importante porque sempre que fechamos um contrato internacional, já que os riscos do negócio são ainda maiores do que os de contratos nacionais.

Primeiramente, é preciso entender qual a sazonalidade da exportação da cerveja: “Para qual país exportamos cervejas nos últimos anos?”. Saber essa informação nos permite compreender onde podem estar nossos potenciais clientes. Em seguida, é necessário compreender se dentre os países identificados há algum tipo de acordo internacional que facilite o trâmite comercial entre as partes. Veja bem, o produto deverá sair de um porto brasileiro e chegar a outro. Dessa forma, os prejuízos que podem ocorrer em função de uma apreensão de carga devido à documentação incorreta, por exemplo, são altos. Já pensou se a carga fica presa durante todo o prazo de validade do produto?! O resultado será o seu cliente lá fora receber uma cerveja vencida!... Um cenário nada legal para a nova parceria.

Todavia, em vistas de mitigar riscos e aumentar as chances de sucesso do negócio, algumas análises adicionais devem ser feitas, e eu vou compartilhá-las agora:

- Procure agências especializadas em realizar análises de risco dos diferentes países. Essas empresas classificam as diferentes economias mundiais conforme sua estabilidade e confiança;

- Entenda quais as perspectivas de comportamento dos mercados nos diferentes países: quanto mais instável a economia, maior o risco da negociação;

- Contrate uma consultoria especializada no assunto! Melhor que a gente fazer sozinho, é aprender com quem sabe.

Se você gostou desse artigo e acha que pode ajudar um(a) amigo(a), compartilhe ou deixe seus comentários em nossas redes sociais.

Um grande abraço e até a próxima!.

53 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page