top of page
  • Foto do escritorMari Rabelo

Produção caseira versus industrial



Há diferenças entre produção de cervejas caseira e industrial?


Sim. Vamos começar do começo:


Imagine que você faça pães na cozinha da sua casa. Você usa a estrutura da sua residência: geladeira, bancada, vasilhas, colheres, adultos, crianças e animais de estimação no entorno. Você produz 5 pães por semana. Seus amigos começam a comprar seus pães porque gostam muito do seu produto. Surge a ideia de abrir uma padaria! “Genial!”. O pensamento mais natural é: ao invés de fazer 5 pães por semana, vou calcular minha matéria-prima, horas de trabalho e custo final do produto para repetir essa minha mesma receita para 500 pães por semana.


O cálculo estará completamente errado. A estrutura necessária para fabricar pães será diferente: o forno deve ser outro pois o seu forno doméstico não irá entregar pães homogêneos quando você colocar 3 tabuleiros para assar ao invés de 1 só, talvez alguns saiam mais escuros que outros. O espaço para estoque de matérias-primas deve ser maior já que você vai precisar de uma quantidade maior de farinha. Por causa disso, você possivelmente vai optar por comprar sacos maiores, consequentemente, isso vai fazer com que você deseje um carrinho para transporte dos sacos pesados e talvez o carrinho não tenha espaço de manobra na sua cozinha. Além disso tudo, é preciso considerar que o seu tempo de produção será diferente. Viu só como acabaram de surgir várias necessidades de alteração na sua distribuição de espaço?


O primeiro passo é desconstruir a ideia de que a produção de cervejas em escala industrial, mesmo que seja de pequeno à médio porte, é obtido multiplicando-se os dados de registro do que você faz na sua casa!


Os rendimentos de produção são melhores pois as máquinas industriais são desenhadas para isso, portanto, se você comprar uma máquina boa e for um bom cervejeiro, você vai comprar menos malte do que você esperava para fazer mais cerveja do que planejou. Os tempos de processo também são diferentes, enquanto você leva semanas para clarificar sua cerveja em casa ou precisa de muitos truques, com o uso de máquinas industriais você precisará apenas de alguns dias.


A produção de cervejas industrial, mesmo que seja com uma capacidade de brassagem de 120L ou menor, vai exigir alguns cuidados especiais como, por exemplo:

a) espaços bem distribuídos e organizados;

b) máquinas que te permitam repetir o processo de produção e entregar cervejas

com o mesmo sabor sempre;

c) espaços para manobra de matérias-primas e produto final;

d) banheiros reservados para uso de seus ajudantes (você não vai querer toda a sua

equipe de trabalho usando o banheiro do seu quarto, vai?!... uma hora chega alguém para carregar barril, depois outro para entregar saca de malte, em seguida outro ajudante na produção porque seu freela te deu um bolo).


Além disso, é proibido o comércio de cervejas não registradas. Muito provavelmente, você não vai conseguir registrar a sua produção de cervejas com uma estrutura domiciliar. É possível sim registrar estruturas enxutas e de pequena produção mensal, entretanto, é preciso seguir algumas regrinhas. O órgão que fiscaliza e inspeciona se a Cervejaria está seguindo essas regras é o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).


Este amigo foi útil para você? Se sim, compartilhe com um amigo(a) empreendedor ou deixe um comentário.


Um grande abraço, Mari.

57 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page