top of page
  • Foto do escritorMari Rabelo

Projetos de Cervejarias, evite retrabalhos e prejuízos

Atualizado: 22 de mai.



Por mais que pareça óbvio iniciar a obra da Cervejaria depois do projeto, essa nem sempre é a realidade.

Na maioria das vezes, quando tomamos uma decisão, nos deixamos levar pela emoção e pelo imediatismo. No início de minha carreira, era padrão as pessoas me procurarem pra registrar seu estabelecimento junto ao MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento- órgão que fiscaliza as cervejarias no Brasil) e, quando eu realizava uma visita de inspeção no estabelecimento, precisava emitir um relatório orientando mudar alguma parede ou porta de lugar. Em alguns casos, até máquinas foram movidas.

Veja bem: esse é um cenário típico de RETRABALHO. Ou seja: prejuízo. Se tratando de obras/reformas de projetos de Cervejarias, para evitar isso, é necessário:

  • Compreender a IN05/2000 do MAPA;

  • Desenhar o projeto considerando medidas REAIS de máquinas e espaços;

  • Desenhar diferentes fluxos no projeto (pessoas, operação, transporte de vasilhames, etc.).

Naturalmente, erros podem acontecer: contas erradas, fluxos cruzados. Entretanto, ao planejar antes de executar, reduz-se o risco do investimento. Sempre digo aos meus alunos e clientes: é mais barato apagar uma linha no papel do que derrubar paredes depois. Desenhe o projeto quanto vezes forem necessárias e lembre-se de não se deixar ser levado pela emoção que é realizar o sonho de ter a própria cervejaria.

E se você precisa saber mais sobre projetos de Cervejaria, conheça o nosso guia de estudos sobre o assunto, onde você vai encontrar plantas baixas editáveis e uma cervejaria em realidade aumentada. Você pode saber mais e iniciar os seus estudos agora clicando aqui.

Este amigo foi útil para você? Se sim, compartilhe com um amigo(a) empreendedor ou deixe um comentário.

Um grande abraço, Mari.

#cheers!

126 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page